Camerata Lux Sonora resgata o repertório de câmara dos séculos XVI a XVIII

Google+PinterestLinkedInTumblr+

A Camerata Lux Sonora realizará no dia 14 de novembro, concerto especial no Teatro do Centro Histórico Cultural da Santa Casa. em Porto Alegre.

O evento faz parte de um ciclo de concertos que celebra o repertório Barroco dos séculos XVI a XVIII, E para apresentá-lo, a camerata utiliza instrumentação moderna, ancorando-se na pesquisa musical e interpretativa. Com direção artística de Rafael Marques, o Lux Sonora é composto pelos músicos: Bruno Santos (flauta doce), Danielle Chaves (flauta doce), Elizander Dutra (fagote), Rafael Marques (flauta transversa), Luis Guerin (violino), Luiza Prohmann (contrabaixo), Lais Roman (violino) e Cuca Medina (mezzo soprano).

A Camerata faz parte do Instituto Popular de Arte-Educação (IPDAE), uma organização sem fins lucrativos, fundada em abril de 1998, em Porto Alegre.

A instituição desenvolve atividades de música, artes e literatura. Mantém, atualmente, a Biblioteca Leverdógil de Freitas, a Escola de Música, o Museu Comunitário da Lomba do Pinheiro e o Memorial da Família Remião.

A Escola de Música JOAN E DONALD SANDBERG do IPDAE oferece gratuitamente cursos de Flauta Doce, Flauta Transversal, Violino, Viola, Violoncelo, Contrabaixo,  Piano, Canto Coral, Teoria e Percepção Musical, e mantém a Orquestra de Câmara, Orquestra Jovem, a Orquestra de Flautas Transversas, o Conjunto de Violoncelo, Conjunto de Violinos e os Coros Jovem e Infantil.

Maiores informações sobre o evento acesse: www.ipdae.com.br

 

Compartilhe.

Deixe uma resposta

vinte − quatro =