João Carlos Martins convida projeto de João Pessoa para se apresentar em SP

Google+PinterestLinkedInTumblr+

Ideia é que os meninos de Mangabeira abram a apresentação da Bachiana Filarmônica Sesi-SP, regida por João Carlos Martins

As crianças e adolescente que fazem parte do programa Ação Social pela Música poderão participar de um concerto no Theatro Municipal de São Paulo. O convite foi feito pelo maestro João Carlos Martins, em visita ao projeto na tarde desta quarta-feira (28) em João Pessoa. A ideia é que os meninos de Mangabeira abram a apresentação da Bachiana Filarmônica Sesi-SP, regida por João Carlos. Quem confirmou o convite foi o maestro do projeto social, Samuel Espinoza.

“Vou lhe dizer, isto ali, nós esperávamos que daqui 10 anos acontecesse. O convite foi para nos incluir na programação oficial do Theatro Municipal de São Paulo e como o convite foi feito na frente do prefeito, ele disse na hora que estava topado. Então vamos ver que desdobramento vai ter. Mas a principio,  é um convite para a temporada do Theatro Municipal de São Pulo, fazer um concerto na programação oficial com a orquestra de Mangabeira, a ação social. Abrindo a Bachiana”, declarou.

João Carlos Martins se apresentará no Festival Internacional de Música Clássica neste sábado (1º). O maestro também está na Paraíba para trazer o projeto Orquestrando o Brasil, que trata-se de uma plataforma digital que visa disseminar conteúdos, oferecer capacitação para regentes e músicos, além de ser uma ferramenta para a troca de conhecimento, construindo uma relação permanente e online de suporte e informação. Perguntado sobre o motivo de uma pessoa tão sucedida rodar o país levando seu nome para fortalecer a música clássica, João afirmou que é um sonho que ele tem na vida.

“Porque eu tive uma carreira como pianista e agora como maestro, mas tem uma palavra que eu prometi ao meu pai há 25 anos: vai chegar a fase da minha vida em que eu vou fazer de tudo para tentar deixar um legado. Então esta é minha luta para tentar deixar um legado. Se eu conseguir. Se eu não conseguir , é um sonho que eu não consegui realizar, mas em matéria de superação e teimosia eu acho que eu sou um professor”, disse.

O maestro também explicou o projeto e como pretende implantar inúmeras orquestras ao redor do Brasil.

“Eu quero devolver à musica o que Deus me proporcionou de continuar na musica e através do projeto Orquestrando o Brasil que nós vamos chegar realmente a mil orquestras no Brasil e elas vão significar, se Deus quiser, o maior projeto musical em nosso planeta em cinco anos. Esta é minha expectativa e quando você persegue um sonho, quando você menos espera, o sonho corre atrás de você. O projeto é quando você pega cidades que ficaram afastadas de centros culturais, elas mantiveram um coreto e hoje você começa a ver músicos de cordas em cidades. Então você está juntando bandas de coreto em varias cidades.  Já  temos 110 orquestras em São Paulo, juntando com orquestras de igrejas evangélicas ou projetos de cordas, na hora você vai formando uma filarmônica naquela cidade”, explicou.

Prefeito prestigia visita de maestro

O prefeito de João Pessoa, Luciano Cartaxo (PV), também esteve presente no Centro Cultural de Mangabeira para prestigiar o maestro João Carlos Martins. Cartaxo reforçou a importância da visita e do Festival Internacional de Música Clássica.

“Representa muito receber a visita do maestro João Carlos Martins. Demonstra a força que tem o Festival Internacional de Musica Clássica, que está inserido em um projeto maior, que passa pelo projeto social que estamos implementando na cidade de João Pessoa. Vamos chegar ao quinto núcleo, onde as crianças têm a oportunidade de aprender o instrumento, a musica clássica”, disse.

Maestro rege orquestra e se emociona

Durante a visita, o maestro João Carlos Martins fez questão de reger a orquestra da Ação Social pela Música. A música escolhida foi Asa Branca, de Luiz Gonzaga. Após reger e assistir a apresentação da orquestra em outra música, o maestro, que já tocou para milhares de pessoas nos principais palcos do mundo, veio às lágrimas.

Por fim, João Carlos comentou sobre a importância da música. Segundo ele, apesar das brigas políticas ou outros obstáculos, a música pode ser um elemento de ligação entre as pessoas.

“Temos dois projetos na Paraíba. O de João Pessoa tem, por acaso, uma pessoa que foi quem me ajudou a começar minha orquestra, que é o maestro Laércio Diniz. Então este projeto da orquestra que eu vou fazer o encerramento no sábado, mostra que às vezes uma prefeitura e um estado não são coligados politicamente, mas a música e as artes conseguem unir gerações, comunidades, nações. Então por que não, através do orquestrando Brasil a gente não ter a união de todas as comunidades em prol da música? E a música finalmente explica que Deus existe”, finalizou.

Fonte: Portal Correio (https://portalcorreio.com.br/joao-carlos-martins-convida-projeto-de-jp-para-se-apresentar-em-sao-paulo/) _ 28 de novembro de 2018

 

Compartilhe.

Deixe uma resposta

quatro + 17 =