Maestro João Carlos Martins assiste apresentação da Orquestra Filarmônica Jazz SENAI de Sorocaba/SP

Google+PinterestLinkedInTumblr+

A Orquestra Filarmônica Jazz SENAI Sorocaba/SP (OFJ SENAI Sorocaba) fez uma apresentação especial nesta quarta-feira (22), no pátio da Escola SENAI “Gaspar Ricardo Junior”, em Sorocaba/SP, para receber o maestro João Carlos Martins e a equipe do Orquestrando o Brasil.

“Recebi uma ligação do maestro João Carlos Martins no ano passado, me pedindo para montar a orquestra. Me senti honrado de ter entregue este presente a ele, a OFJ, uma orquestra que ouviu não de muitos e principalmente de entidades que são formadores de músicos. Mas mesmo assim, não nos demos por vencidos, mesmo todos acreditando ser impossível realizar e não nos rendemos às barreiras, e estamos fazendo o possível pra manter este desejo do maestro vivo”, ressaltou o maestro Vitor Canassa.

Criada no ano passado a partir da transformação da Banda Marcial da Escola SENAI de Sorocaba, a orquestra fez a sua estreia em 25 de novembro passado, durante a 14ª edição do Natal Iluminado, do Centro Espiritual Céu Sagrado, em Sorocaba/SP, e em seguida, participou das comemorações dos 100 anos do Grupo Votorantim, em evento realizado no dia 8 de dezembro, no Legado das Águas, uma reserva ambiental da Votorantim, localizada no meio da Mata Atlântica, ambas apresentações para público recorde.

Ao receber a visita do maestro “padrinho”, nesta quarta-feira, Canassa regeu “As quatro estações (Lá primavera de Vivaldi), The Good, The Bad, and The Ugly (Envio Morricone), The Ecstasy of Gold (Envio Morricone), Ninguém explica Deus (Preto no Branco) e Eu só quero um Xodó (Luiz Gonzaga), esta última com o bis sob a regência do próprio maestro João Carlos Martins. “Ficamos muito feliz em vê-lo se emocionando, regente um ritmo brasileiro, entrando no ritmo do baião…”, disse.

Impressionado com a qualidade das execuções das peças, o maestro João Carlos Martins fez algumas sugestões, parabenizou o grupo musical e ainda tocou Luiza, de Tom Jobim, no piano. “Sorocaba é um dos carros chefes desse nosso projeto. Eu acabei de ver a regência do Vitor e ele rege com o interesse único e exclusivo de trazer emoção para quem está escutando e vocês reagem da mesma forma”, afirmou o maestro, que antes visitou o complexo educacional, acompanhado pelo diretor da instituição, Jocilei Oliveira.

“A Orquestra busca parceiros para possibilitar a ampliação do grupo através de projeto de incentivo fiscal do estado de São Paulo (ProAc). Queremos nos tornar referência em música na região de Sorocaba”, desejou o maestro Vitor Canassa, que se prepara agora para a comemoração de 1 ano da criação da orquestra. O evento será no dia 25 de julho, no Teatro Municipal de Sorocaba.

“É necessário empreendedorismo na música e você é um empreendedor, além de ser um maestro sensacional. Estão no caminho certo”, concluiu o maestro João Carlos Martins.

 

 

 

 

 

Compartilhe.

Deixe uma resposta

2 × quatro =